Intuito é utilizar o aplicativo nas redes do Governo de Alagoas e facilitar a comunicação de todos.

O Governo de Alagoas vem apostando em novas ações para uma gestão diferenciada e isso vem sendo comprovado através da segurança, educação, saúde, finanças e, também, a comunicação. É que a Secretaria de Estado da Comunicação aumentará o alcance do seu público com a ajuda da Hand Talk, aplicativo destinado a deficientes auditivos.

Para implantar essa nova tecnologia, o secretário de Estado da Comunicação, Ênio Lins, se reuniu nesta terça-feira (25), com o criador do sistema, Ronaldo Tenório. Eles discutiram de que forma o Hugo, personagem utilizado para traduzir o texto em Libras (Língua Brasileira dos Sinais) poderia ser utilizado nas plataformas e propagandas do governo.

“A utilização deste aplicativo é algo fundamental para qualquer sistema de comunicação e, por orientação do governador Renan Filho, é que nós, em todo governo, avancemos na questão da linguagem libras e de todas as demais formas de acessibilidade”, comentou o secretário.

Por se tratar de um aplicativo genuinamente alagoano, reconhecido nacionalmente e internacionalmente, a responsabilidade de implantá-lo nas redes do Governo do Estado dobra.

“É algo que não deve ser referência só fora de Alagoas, mas, também, ser usado no nosso estado e, por isso, o Governo de Alagoas vai implantar o aplicativo nos seus diversos formatos de comunicação”, pontuou Ênio Lins.

O desenvolvedor do aplicativo Hand Talk, Ronaldo Tenório, ressaltou a importância de utilizar um intérprete de Libras já que as pessoas não fazem ideia de como é difícil a comunicação.

“Esse é um grande passo, já que pode ser o primeiro governo a ter em seus sites a acessibilidade em Libras em todo o Brasil. Eu acho que Alagoas já vem sendo referência em acessibilidade e, com a implantação da Hand Talk, já vai ser mais um passo para continuar sendo referência”, ressaltou Ronaldo Tenório.

Hand Talk

Fundada em 2012, a Hand Talk fornece tradução digital para Língua de Sinais, utilizada pela comunidade surda. No Brasil, a língua utilizada é a Libras. A empresa, premiada internacionalmente e referência no segmento, é comandada por um simpático intérprete virtual, o Hugo, personagem 3D que torna a comunicação interativa e de fácil compreensão.

Desde sua criação, a empresa vem conquistando destaque e recebendo prêmios no Brasil e exterior. Dentre eles, a solução foi eleita, entre mais de 15.000 apps de mais de 100 países, o melhor aplicativo social do mundo, no WSA-mobile, evento organizado pela ONU – Organização das Nações Unidas – realizado em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

Para usar a interpretação do Hugo é simples. A página da internet em que o aplicativo está disponível possui um botão de acessibilidade azul no canto direito. Assim que o usuário aperta, uma caixa aparece e, em poucos segundos, o Hugo está lá para fazer a tradução. Após isso, basta selecionar o texto que precisa de interpretação e o personagem fará a tradução.

Fonte: Tribuna Hoje

Comentários no Facebook