Alunos surdos da Universidade Federal de Campina Grande estão enfrentando dificuldades no quesito aprendizagem. É que o cursos de Graduação de Letras Libras apresenta estrutura precária, com a falta de data show e intérpretes.

O curso é novo, e este é o segundo semestre em atividade. Ele é voltado para atender a demanda de inclusão dos surdos na educação, mas também para qualificar ouvintes.

As turmas são formadas por pessoas com e sem deficiência auditiva, mas os surdos são os que enfrentam mais dificuldades.

Um professor informou que sem o material, como data show, fica difícil passar o conteúdo para os alunos e é preciso que a universidade invista mais nesse equipamento e também em intérpretes.

Atualmente, apenas duas interpretes de Libras dão suporte às demandas das duas turmas do cursos.

Fonte: Paraíba Online

Comentários no Facebook