Iniciativa foi umas das propostas selecionadas do Desafio Google de Impacto em IA, em 2019.

A partir desta quarta-feira (3) o Hand Talk, aplicativo que faz a tradução de português para a Língua Brasileira de Sinais (Libras), também passa a realizar a tradução de textos e áudios em inglês para a Língua Americana de Sinais (ASL).

Para conhecer a experiência com a ASL, a troca de idioma está disponível no menu superior esquerdo da tela inicial do aplicativo. Após selecionar a bandeirinha do Estados Unidos, todo o conteúdo que pesquisar em inglês será traduzido para a Língua Americana de Sinais. 

Segundo a Hand Talk, a escolha da ASL se deve por ser muito utilizada. Estima-se que só nos Estados Unidos a Língua Americana de Sinais está presente na comunicação de 500 mil à 2 milhões de pessoas. Países como Filipinas, Porto Rico, República Dominicana e em algumas partes do Canadá e México também fazem o uso dela. 

Além de toda a tecnologia, por trás da novidade está um time de especialistas em Língua Americana de Sinais. Por meio de um sistema colaborativo, eles gravam e etiquetam vídeos dos sinais e sentenças, melhorando a tradução do Hugo e construindo um vocabulário cada vez mais abrangente. Esses dados são o insumo essencial para que o sistema de inteligência artificial tenha um bom desempenho e,  assim, o aplicativo possa disponibilizar a tradução para uma língua tão rica e completa como é feito com a Libras. Nas palavras do CEO, Ronaldo Tenório: “Agora, estamos dando mais um passo em direção ao futuro, ajudando a tornar o mundo mais inclusivo e a língua de sinais ainda mais difundida.”

O Hand Talk
O Hand Talk consiste em dois produtos principais: o Plugin de Acessibilidade para sites, uma ferramenta prática que resolve a falta de acessibilidade de uma forma simples: ao ativar o tradutor, o usuário é apresentado ao Hugo, um simpático intérprete, que traduz os textos dos websites para a língua de sinais. Contando já com mais de três milhões de downloads e mais de 12 milhões de traduções mensais, o segundo produto, que é o aplicativo para mobile, traduz texto e voz automaticamente do português para Libras. O app também conta com uma função dicionário para sinais educativos, o que é muito útil para estudantes surdos durante o processo de aprendizagem.

Desafio de Impacto em IA do Google
A internacionalização do app sempre esteve nos planos da Hand Talk e esse grande passo foi impulsionado após a empresa fundada pelo alagoanos Ronaldo Tenório, Carlos Wanderlna e Thadeu Luz participar do Desafio de Impacto em IA, em 2019. A iniciativa foi uma das 20 organizações selecionadas, dentre 2602 inscrições de 119 países, sendo a única brasileira, a receber um aporte milionário (US$ 750 mil) do Google.org para investir na melhoria da qualidade das traduções do Hugo, contando ainda com mentorias e auxílio dos profissionais de IA (inteligência artificial).  

O Desafio Google de Impacto em IA foi lançado como parte da iniciativa de Inteligência Artificial para o Bem Social para ajudar organizações sem fins lucrativos e ONGs a fazer uso prático da inteligência artificial para enfrentar grandes problemas da humanidade Ao empoderar organizações com o suporte que elas precisam para usar a Inteligência Artificial, o Google enxerga nessas iniciativas o poder de atingir seus objetivos de impacto social. Neste ano, o Google recebeu uma gama de propostas que abordavam temas que vão desde eficiência operacional até mudança climática. 

Os melhores projetos foram escolhidos com base na viabilidade, potencial de impacto, escalabilidade e uso responsável da IA. Foram vários meses e muitos pesquisadores, parceiros e especialistas em IA para analisar os aplicativos.

Fonte: Hand Talk

Comentários no Facebook