Investimento prevê mais professores e formação; as instituições de ensino vão oferecer, Alemão, Inglês ou Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS

Devido à forte influência da colonização germânica em Blumenau, a língua e cultura alemã são preservadas até os dias atuais. Inclusive é comum encontrar jovens que se comuniquem em alemão.

Para o prefeito Mário Hildebrandt, o alemão é base da cultura blumenauense.

– Implantar o Ensino Bilíngue em alemão é valorizar e enaltecer ainda mais nossa história, nossas raízes – comentou Hildebrandt em um encontro que reuniu o representante do Instituto Goethe, Adrian Kissmann, o Cônsul do Reino Unido, Michael Delaney e os membros da Secretaria Municipal de Educação (SEMED).

Ainda assim, é possível afirmar que o aprendizado do inglês, definido como segunda língua, por causa da globalização e revolução tecnológica, inserido nos meios publicitários e midiáticos como instrumento de comunicação é importante para o desenvolvimento dos estudantes.

Na proposta do Ensino Bilíngue, o objetivo é que o estudante entre na cultura das duas línguas estudadas, tanto na portuguesa como na Língua Adicional (Alemão, Inglês ou LIBRAS). Os conceitos desenvolvidos em sala de aula acontecem simultaneamente nas duas línguas. O Ensino Bilíngue trabalha envolvendo experiências e vivências, criando uma comunidade de fala.

– De acordo com a Resolução do Conselho Nacional de Educação e o Conselho Estadual de Educação, o município tem autonomia para criar Políticas Públicas de Ensino. O Ensino Bilíngue é uma Política Pública Híbrida da Rede Municipal que possui documentos normatizadores para as Instituições de Ensino que possuem essa organização curricular – explica Patrícia Luerdes, Secretária Municipal de Educação de Blumenau.

Atualmente, a Rede Pública Municipal de Ensino de Blumenau possui 46 Instituições de Ensino que atendem quase 23 mil estudantes. Para o ano 2019, o Ensino Bilíngue tem duas professoras pedagogas, uma professora de língua alemã e uma professora de língua inglesa que atendem duas turmas de primeiro ano. O Ensino Bilíngue tem início nas turmas de primeiro ano e, progressivamente, e é ampliado para as demais turmas do Ensino Fundamental, ano a ano até que a Escola toda tenha essa organização curricular.

Em 2020, o Ensino Bilíngue será ampliado para mais nove escolas que terão esta organização de ensino. Serão 24 pedagogas, duas professoras de alemão, 11 professoras de língua inglesa, dois instrutores e dois intérpretes de LIBRAS. Para o alemão e o inglês, será lançado um edital para a contratação de professores ainda este ano. Para tornar as 46 Instituições Bilíngues, serão necessários, aproximadamente, 60 profissionais, até 2024.

Fonte: https://g1.globo.com/sc/santa-catarina/especial-publicitario/prefeitura-de-blumenau/noticia/2019/12/11/blumenau-quer-implementar-ensino-bilingue-em-todas-as-escolas-municipais.ghtml

Comentários no Facebook