No segundo semestre de 2019, a disciplina de Anatomia Humana recebeu um aluno surdo do primeiro período de Educação Física, Mateus, e com ele o intérprete de Libras e servidor da UFRPE, Marcos Castro.

O trabalho realizado pelo interprete e a grande dificuldade que ele encontrou para traduzir os termos anatômicos (muitas vezes ele tinha que soletrar) inspiraram a equipe da disciplina a desenvolver um material que pudesse facilitar o trabalho do intérprete e, consequentemente, o aprendizado do aluno surdo.

Uma das monitoras da Anatomia é concluinte do curso de Licenciatura em Ciências Biológicas e, como trabalho de conclusão de curso, desenvolveu um Glossário de termos anatômicos traduzidos para Libras.

“Acreditamos ser um trabalho que precisa ser divulgado para a comunidade, pois permite a inclusão de cidadãos surdos que chegam a todos os cursos superiores da área de saúde e encontram dificuldade em cursar Anatomia, que é uma disciplina com grande quantidade de conteúdo e nomenclatura específica”, afirma Mariza Palma, professora adjunta da UFRPE.

Além disso, para realização desse trabalho, componentes distintos da comunidade acadêmica trabalharam juntos: uma aluna concluinte (Allane Cosmo), um aluno iniciante (Mateus), um servidor técnico-administrativo (Marcos) e uma professora orientadora (Mariza).

GLOSSÁRIO DE ANATOMIA

Fonte: Universidade Federal Rural de Pernambuco

Comentários no Facebook