O projeto será dividido em etapas, sendo a primeira delas a produção e a divulgação de vídeos apresentando os sinais que identificam as pessoas e funções de cargos

O presidente Jair Bolsonaro lançou na tarde desta sexta-feira (26/9) em cerimônia no Palácio do Planalto, o “Libras Gov – Sinalizando em Língua de Sinais Brasileira os espaços, contextos e expressões governamentais”. Segundo o governo, a parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e do Ministério da Educação, o programa visa possibilitar, via Língua Brasileira de Sinais (Libras), o acesso de cidadãos surdos brasileiros, profissionais intérpretes de Libras e comunidade surda a informações relacionadas ao campo dos três poderes da política brasileira.

A solenidade ocorre no Dia Nacional dos Surdos. Dados de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontam que existem cerca de 10 milhões de pessoas surdas, o equivalente a 5% da população brasileira. Em homenagem ao dia, o Palácio do Planalto será iluminado na cor azul. A primeira-dama Michelle Bolsonaro; a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves; a secretária Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Priscilla Gaspar; e a diretora de Polícias Bilíngue para Surdos do MEC, Karin Strobel também participaram da cerimônia.

Segundo as pastas o projeto será dividido em etapas, sendo a primeira delas a produção e a divulgação de vídeos apresentando os sinais que identificam as pessoas e funções do presidente da República, do vice-presidente da República, da primeira-dama, da segunda-dama, de ministros de Estado e do porta-voz. As demais autoridades serão incluídas nas fases seguintes do projeto. Os vídeos estarão disponíveis no portal e YouTube do Planalto, além das redes sociais do Governo Federal.
Continua depois da publicidade

Para atingir os objetivos propostos serão realizadas consultorias técnicas para a produção do material linguístico visual por meio de encontros presenciais, com a participação de especialistas do Governo Federal em parceria com professores linguistas da área de léxico e terminologia da Universidade de Brasília (UnB).

A ministra Damares ressaltou a importância do projeto para inclusão e assegurou que, “nesse governo, nenhum surdo ficará para trás”.

Homenagem
O Dia Nacional dos Surdos, comemorado em 26 de setembro, é uma homenagem à criação da primeira Escola de Surdos do Brasil, em 1857, no Rio de Janeiro, conhecida como Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines). O propósito principal é desenvolver a reflexão sobre os direitos e inclusão das pessoas com deficiência auditiva na sociedade. O mês de celebração é, também, chamado de Setembro Azul.

No Brasil, uma das principais conquistas dos surdos ao longo dos anos foi o reconhecimento nacional da Libras, por intermédio da lei nº 10.436, de 24 de abril de 2002 e do Decreto nº 5.626/2005.

Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2019/09/26/interna_politica,791054/governo-lanca-projeto-libras-gov-visando-acesso-de-surdos-a-politica.shtml

Comentários no Facebook