Inscrições estão abertas entre dia 21 a 25 de janeiro de 2019. Não há taxa de inscrição.

O Instituto Nacional de Educação de Surdos – INES abre o edital para o processo seletivo ao curso de graduação em Pedagogia – Licenciatura (EaD) com 390 vagas, com ingresso ao primeiro semestre de 2019, na sede INES – Instituto Nacional de
Educação de Surdos e nos polos: IFG, IFSC, UEPA, UFAM, UFBA, UFC, UFGD, UFLA, UFPB, UFPR, UFRGS e UNIFESP.

Poderão concorrer às vagas do Curso de Graduação de Pedagogia (Ead) do INES somente
candidatos que tenham concluído o Ensino Médio ou equivalente, fato que deverá ser comprovado no ato da matrícula, e que tenham realizado o ENEM em uma das 03 (três)
últimas edições (2016, 2017 ou 2018).

Os candidatos interessados em concorrer às vagas disponíveis deverão se inscrever através do site www.neoines.com.br, para um único Polo de Apoio Presencial, no período de 21 de janeiro até às 23 horas e 59 minutos do dia 25 de janeiro de 2019.

Taxa de inscrição é gratuito.

O Curso de Graduação em Pedagogia – Licenciatura (EaD) objetiva formar professores e
gestores educacionais, surdos e ouvintes, em uma perspectiva bilíngue (Libras/Língua Portuguesa) e intercultural na modalidade online, para atuar na área da docência (Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental) e na gestão de espaços educativos formais e não formais.

O total de vagas de que trata este Edital é de 390 vagas (30 cada instituição) que serão distribuídas igualmente pelas seguintes Instituições de Educação Superior apresentadas no quadro a seguir.

30 vagas destinadas para cada instituição, conforme consta no item 4.1, sendo 15 vagas para surdos e 15 vagas para ouvintes, conforme Política Institucional do INES.

A lista dos aprovados e classificados no Processo Seletivo ao Curso de Graduação em Pedagogia – Licenciatura (EaD) 2019, será divulgada no dia 30 de janeiro, exclusivamente no site www.neoines.com.br.

Divulgada a lista dos candidatos classificados, estes deverão efetuar a matrícula na secretaria do polo, nos dias 31/01/2019 e 01/02/2019.

Comentários no Facebook