Kinoplex Vale Sul recebe novos aparelhos que são adaptados a projetores e oferecem libras, audiodescrição e legendagem descritiva de todos os filmes. Grupo da AADAS vai conhece-los nesta sexta.

SÃO PAULO – O Kinoplex Vale Sul recebe, na próxima sexta-feira (25/10), às 16h, um grupo de surdos da AADAS (Associação de Atenção ao Deficiente Auditivo e Surdo). Eles irão conhecer a nova ferramenta de acessibilidade do cinema, que oferece legendagem, legendagem descritiva, audiodescrição e Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) de todos os filmes, inclusive os nacionais, aos clientes com deficiência visual e auditiva que forem ao cinema.

Segundo a coordenadora da AADAS, Adriana Veiga, os novos aparelhos oferecem aos surdos uma experiência inédita dentro do cinema, já que a legenda de filmes internacionais proporciona a eles apenas compreensão parcial e os filmes nacionais não são acessíveis para pessoas com deficiência auditiva. “Conseguindo assistir na língua deles, Libras, a qual os surdos são alfabetizados, eles vão conseguir captar a mensagem completa do filme. E isso é maravilhoso, novo para eles”, disse.

Estarão presentes na sessão 10 surdos adultos da AADAS. Eles irão assistir “Malévola – Dona do Mal”.

Como funciona – O equipamento é fixado na poltrona do cliente na sessão que ele escolher e não há valor adicional para utilizá-lo; basta solicitar a algum funcionário do cinema. Todos os filmes em cartaz no Kinoplex podem ser assistidos com este recurso, inclusive os nacionais.

Ancine – O novo sistema, que foi adaptado no mês passado, atende à instrução normativa da Ancine (Agência Nacional de Cinema) nº 128 (https://www.ancine.gov.br/pt-br/legislacao/instrucoes-normativas-consolidadas/instru-o-normativa-n-128-de-13-de-setembro-de-2016

Fonte: http://www.revistaurbanova.com.br/acessibilidade-inedita-grupo-de-surdos-vai-ao-cinema/

Comentários no Facebook