Um projeto de autoria do deputado Thiago Auricchio (PR) visa a garantir mais inclusão social e acessibilidade a gestantes com deficiência auditiva. O PL 427/2019 assegura o direito a uma intérprete de LIBRAS no acompanhamento pré-natal e no trabalho de parto.

“A gravidez é um dos momentos mais emocionantes na vida de qualquer pessoa. O que vemos é a dificuldade que as gestantes com deficiência têm no atendimento pré-natal e até mesmo da emoção do trabalho de parto devido à ausência dessas profissionais que conseguem detalhar precisamente o que está ocorrendo e os procedimentos a serem adotados durante a gravidez. Nosso objetivo é garantir um parto humanizado e que elas possam sentir e vivenciar esse momento plenamente”, explica Thiago Auricchio.

O projeto está em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Redação, da qual o deputado faz parte. A legislação prevê que todos os estabelecimentos públicos de saúde proporcionem à pessoa com deficiência auditiva gestante o direito a uma intérprete.

“A ideia é criar um canal efetivo de diálogo entre paciente, médicos e enfermeiros, promovendo inclusão social. Temos alguns exemplos disso no Brasil e a emoção sentida por essas mães é extremamente recompensadora e motivadora. São Paulo é um estado pioneiro e precisa garantir esse direito ao seu cidadão. É nosso dever com a sociedade”, pontua o parlamentar.

Fonte: https://www.al.sp.gov.br/noticia/?25/04/2019/direito-a-interprete-de-libras-para-gestantes-com-deficiencia-auditiva

Comentários no Facebook