Unidade municipal da Vila Sol Nascente tem assessoria especializada com aulas de Libras não só para alunos, mas também para pais, funcionários e professores.

SÃO PAULO – A Escola Municipal Damásio Ferreira dos Santos, Vila Sol Nascente, reformou no início do ano letivo a metodologia de educação oferecida às crianças com deficiência auditiva. Desde 2017, a unidade conta com atendimento especializado para o ensino da Língua Brasileira de Sinais (Libras), aplicado a todos os alunos surdos e ouvintes. O conhecimento também é repassado a funcionários, professores, pais e responsáveis.

De acordo com o secretário de Educação de Suzano, Leandro Bassini, a escola é um polo de atendimento com uma perspectiva de inclusão. Segundo o chefe da pasta, a criança ganha identidade em meio a outros surdos, em conjunto.

Na unidade, todo aluno com deficiência auditiva recebe alfabetização em Libras primeiramente, para depois aprenderem a Língua Portuguesa, em horários alternados. O trabalho é desenvolvido por meio de uma assessoria especializada que oferece subsídios a todos os envolvidos. O secretário explica que há professores surdos entrando nas salas de alunos ouvintes para ensinar Libras, e crianças surdas também aprendendo Libras.

Atualmente, a escola conta com 420 alunos, sendo nove deles surdos, e 11 funcionários dedicados especialmente para este atendimento, dos quais três são servidores da unidade de ensino e oito funcionários da assessoria especializada. O objetivo da iniciativa é promover a interação e comunicação entre surdos e ouvintes.

Bassini destacou que a ideia é que toda criança surda da cidade vá para essa escola, mas sem obrigatoriedade, sendo que se um pai decidir que o filho surdo fique em uma unidade de ensino mais próxima, haverá intérpretes. No entanto, a experiência é bem-vinda porque a Escola Municipal Damásio Ferreira dos Santos tem toda estrutura e metodologia para alunos com deficiência auditiva.

Todos os funcionários, professores, pais, responsáveis e os estudantes estão recebendo aula de Libras quinzenalmente, inclusive com formação pedagógica específica em surdez para os educadores da unidade. O município tem 22 polos de atendimento com escolas de abrangência, um professor para ajuda domiciliar e 60 agentes de apoio à inclusão. Todas as escolas são atendidas e todas as crianças que necessitam recebem auxílio no contraturno, independentemente da deficiência apresentada.

Mais informações podem ser obtidas por meio do telefone (11) 4746-2944. A Escola Municipal Damásio Ferreira dos Santos fica na rua Maria Edvan de Oliveira Inácio, 175, na Vila Sol Nascente.

Fonte: http://www.suzano.sp.gov.br/web/escola-oferece-atendimento-inclusivo-para-criancas-com-deficiencia-auditiva/

Comentários no Facebook