Sala onde funciona o serviço foi reformada e ganhou estúdio de gravação, sala para atendimento reservado e local para oferta de cursos

RIO DE JANEIRO – O prefeito de Petrópolis, Hingo Hammes, entregou nesta segunda-feira (22), junto com o secretário de Assistência Social, Hugo Bento, o novo espaço da Central de Interpretação da Língua Brasileira de Sinais (Central de Libras), anexo ao CRAS da rua Dom Pedro, no Centro. A sala onde funciona o serviço foi reformada e ganhou um estúdio de gravação, sala para atendimento reservado e local para oferta de cursos.

Na Central de Libras, portadores de deficiência auditiva têm acompanhamento específico com profissionais que os auxiliam tanto no encaminhamento para os programas sociais, quanto na marcação de consultas médicas, solicitação de emissão de documentos pessoais e consulta de benefícios. A data também marcou outra novidade: o serviço, agora, funciona 24 horas: o atendimento presencial ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, e, após esse horário, a central disponibiliza o serviço de plantão, online, através do whatsapp (24) 99883-3461).

O evento contou a participação do prefeito Hingo Hammes, do secretário de Assistência Social, Hugo Bento; da Coordenadora de Articulação Institucional, Fernanda Ferreira; e dos vereadores Gilda Beatriz e Gil Magno.

“Um equipamento público que garante os direitos de cidadão, possibilitando atendimento necessário e qualificado. A Central de Libras foi reestruturada e conta, agora, com locais onde poderão ser realizados outros serviços como cursos de libras. Inclusive, para os servidores municipais, as inscrições para esse curso já estão abertas”, disse Hammes, lembrando que a Central possui, ainda, veículo próprio: “Para apoio total do serviço ofertado à comunidade”.

Os ajustes também foram realizados pensando no melhor para os servidores que atuam na Central. “O prefeito Hingo Hammes pediu uma atenção especial para esse equipamento e percebemos a necessidade de um local melhor equipado para o atendimento diário, acolhedor e com uma estrutura que atenda às necessidades das pessoas que atuam na Central”, confirmou o secretário de Assistência Social, Hugo Bento, que também explicou o funcionamento do serviço de plantão, via whatsapp.

Após o horário de atendimento presencial, a Secretaria de Assistência Social disponibiliza o serviço de plantão, 24 horas via atendimento por mensagens. Se for necessário, o técnico/interprete vai de encontro ao solicitante para ajudá-lo. Tudo foi pensado para oferecer o máximo de auxílio para a comunidade”, completou Hugo Bento.

Para a coordenadora de Relações Institucionais da prefeitura, Fernanda Ferreira, o evento marcou a entrega de um espaço verdadeiramente dedicado à comunidade: “No meu coração, neste momento comemoramos a inauguração da central. Não é apenas uma sala, é todo um espaço dedicado a esse público, com várias possibilidades, não só de atendimento, mas de acolhimento. Isso nunca existiu, não dessa forma tão ampla e com uma estrutura desse porte”.

A central de libras também pode ser acionada para outras ações junto às unidades de saúde ou audiências judiciais, além de serviço junto às delegacias e interpretação em atendimento médico. Futuramente, a Central irá oferecer, também, cursos de aperfeiçoamento e técnicos, como barbearia.

“Estou emocionada. É uma luta de muitos anos ter um espaço verdadeiramente funcional”, comentou a vereadora Gilda Beatriz. “Honra enorme participar de um momento como esse, em que a nossa cidade ganha uma central com tantos benefícios para a comunidade”, afirmou o vereador Gil Magno.

Fonte: O Dia

Comentários no Facebook