A plataforma, que existe desde 2018, chegou recentemente ao Brasil. Com o uso da câmera de celular ou tablet, o aplicativo traduz o texto de livros para Libras.

A multinacional Huawei trouxe para o Brasil a primeira plataforma de alfabetização para crianças com deficiência auditiva e surdas. O acesso é feito a partir do aplicativo StorySign. A tecnologia, que chega agora ao país, foi criada em 2018 e utiliza inteligência artificial e realidade aumentada para ajudar crianças a aprender a ler.

A empresa lançou o aplicativo no país em 10 de novembro. O download é gratuito e está disponível em todas as lojas de aplicativo. No StorySign, os textos de livros físicos previamente selecionados de língua portuguesa são instantaneamente traduzidos para a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Ao baixar o aplicativo, basta selecionar o idioma da língua de sinais desejada. Após posicionar a câmera do smartphone ou tablet perto do livro, uma intérprete virtual traduz o texto em Libras enquanto a criança acompanha a leitura.

O projeto visa atingir crianças de todo o mundo
“Uma das motivações para o projeto foi o número de crianças surdas no mundo. Hoje, existem mais de 32 milhões de crianças surdas. O objeto final era ser algo de fácil acesso, gratuito e com muita tecnologia de suporte”, afirma Atilio Rulli, diretor sênior em Relações Governamentais e Relações Públicas da Huawei Brasil.

O projeto surgiu na Huawei Europa há quase dois anos. O acervo conta com 91 livros de 15 línguas de sinais. Até o momento, somente dois livros infantis brasileiros foram traduzidos para Libras e são compatíveis com o aplicativo. O primeiro é Gildo, de Silvana Rando, e o outro é A festa encantada, de Sonia Junqueira.

O projeto chegou ao país por iniciativa da filial brasileira da companhia. “Foi uma iniciativa da Huawei Brasil para aumentar o escopo de projetos de responsabilidade social que fazemos”, afirma o diretor.

Além da multinacional, também participaram do desenvolvimento inicial do aplicativo instituições e entidades como a União Europeia de Surdos, a Associação Britânica de Surdos, a Penguin Books e a Aardman Animations. O StorySign está disponível no Brasil e em países como Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Espanha, Portugal e Austrália.

Um parceiro no Brasil foi a Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis). Agora, após o lançamento, a Huawei, com a Feneis, pretende difundir o uso do aplicativo para o maior número de crianças possível. “Numa segunda fase, existindo uma demanda, podemos pensar na inclusão de novos livros”, diz.

Atilio conta que essa é uma iniciativa que faz parte do projeto de inclusão tecnológica TECH4ALL (tecnologia para todos, em tradução livre). Uma das vertentes encontrou na maior dificuldade de crianças com deficiência auditiva e surdas em aprender a ler um problema a ser solucionado por intermédio da tecnologia.

“A plataforma vai ajudar, com um alta interatividade, as crianças surdas a lerem. Com o avatar auxiliando na Língua Brasileira de Sinais e com a parte gráfica muito interativa e muito alegre, o aplicativo é fácil de operar e entender”, pontua o diretor.

Onde baixar?
Para baixar o aplicativo em um aparelho smartphone ou tablet com sistema operacional Android, acesse a Google Play Store. Para os dispositivos IOS, está disponível na App Store. Além disso, também pode ser baixado pela Huawei AppGallery.

Fonte: Correio Brazilense

Comentários no Facebook