Após colisão, Andrew Stephan, de 30 anos, deu R$ 100 a motociclista para consertar estragos. Ao levar veículo em oficina e não gastar nada, Bruno Moreira devolveu todo o valor e emocionou o pai do deficiente auditivo: ‘Honestidade’.

Um motociclista devolveu um dinheiro dado por um motorista surdo após ver que não precisaria pagar pelo conserto da moto depois de uma batida, em Goiânia. A atitude surpreendeu e emocionou o pai do condutor do carro, que mandou uma mensagem para o motociclista agradecendo pela honestidade.

“Foi uma coisa inusitada, um ato de grandiosidade, de honestidade. Meu filho tem 30 anos e é surdo total dos dois ouvidos. A vida toda a gente sempre lutou para enfrentar as limitações que a deficiência impõe. Eu achei estupendo entrei em contato com ele e fiz elogios”, disse o contabilista Emanoel Crysti, pai do surdo.

O acidente aconteceu na manhã da última segunda-feira (7), por volta de 7h20, no Setor Jardim Ana Lúcia. No dia, o analista financeiro Bruno Moreira estava de moto, parado em um “Pare”, quando o estoquista Andrew Stephan de Sousa Oliveira, de 30 anos, que é surdo, bateu o carro contra ele.

Na hora do acidente, Bruno tentou se comunicar com Andrew, mas percebeu que ele era surdo. Eles conseguiram entrar em um acordo e o motorista transferiu R$ 100 para o reparo dos estragos na motocicleta. No entanto, no dia seguinte, ao levar a moto na oficina, Bruno não precisou gastar nada no conserto e resolveu contatar Andrew para devolver o valor.

“Eu caí com a batida e notei alguns estragos na moto. Levantei, me comuniquei com o condutor e entramos em acordo de ele me passar uma quantia que eu previa que ficasse o conserto. Quando levei no mecânico, ele desentortou as peças e disse que não precisava trocar nada. No dia seguinte, entrei em contato com o rapaz e devolvi o dinheiro”, disse.

Após ver a atitude de Bruno, o pai de Andrew, Emanoel, mandou uma mensagem de agradecimento pela honestidade do motociclista. O contabilista disse que ficou comovido

“O mundo seria melhor se existissem mais pessoas como você. Emociona o modo como você é honesto e tem coração bom. Agradeço demais a compreensão, paciência e zelo que teve com o meu filho”, escreveu o pai, em trecho da mensagem.

“Não é fácil, nunca foi, ter um filho deficiente. No entanto, eu o eduquei para ser um cidadão responsável e, ao contrário de tantos outros que pedem ajuda, ele trabalha muito. É um bom motorista, responsável, mas aconteceu esse fato com você”, escreveu o pai.

Após receber a mensagem, Bruno disse que, como também tem uma deficiência, ele entendeu a dificuldade do Andrew.

“O pai dele me mandou uma mensagem de agradecimento falando que aquela atitude tinha mudado o dia dele. Me agradeceu pela paciência, disse que outra pessoa poderia ter tentado tirar proveito. Eu sou portador de uma deficiência em tratamento e sei como é difícil”, disse Bruno.

Fonte: G1

Comentários no Facebook