Segundo a prefeitura, formação é inédita entre as corporações da região e contribui para a humanização dos atendimentos prestados aos moradores.

Mais de 20 guardas civis municipais concluíram um curso intensivo de Língua Brasileira de Sinais (Libras), em Itararé (SP). Segundo a prefeitura, a formação é inédita entre as corporações da região e contribui para a humanização dos atendimentos prestados aos moradores, garantindo a inclusão.

As aulas ocorreram entre os dias 8 e 16 de novembro, na sede da Guarda Civil Municipal (GCM). Ao todo, 22 guardas formaram a primeira turma do curso intensivo, que deve ser realizado anualmente em Itararé.

De acordo com o comandante da corporação, Alisson Rivéli, a formação é uma oportunidade para que os agentes possam atender melhor as pessoas com deficiência auditiva na cidade, de forma assertiva e eficiente.

Para o guarda civil Aldemir Tadeu Gatti, que participou do curso, o aprendizado será útil na vida pessoal e profissional.

“É um conhecimento que eu posso usar na vida e no trabalho. Assim, podemos garantir uma comunicação e saber a necessidades deles. Quando eu cheguei, não sabia nada, estava ‘cru’. Agora, chegamos a um objetivo, que é saber o básico. É gratificante”, conta o guarda.

Fonte: G1

Comentários no Facebook