A garantia da presença de intérprete de Libras, Língua Brasileira de Sinais, durante as consultas de pré-natal para auxiliar gestantes surdas pode se tornar lei.

Uma proposição que trata do tema foi aprovada pelos Colegiados da Mulher e de Saúde da Assembleia Legislativa, nesta quarta.

O texto altera uma lei estadual que já garante a assistência de um tradutor durante o parto e o pós-parto nos estabelecimentos de saúde em Pernambuco. A iniciativa para incluir também o pré-natal partiu do deputado José Queiroz, do PDT, e foi aprovada por unanimidade pelas duas comissões, em reuniões realizadas virtualmente.

Fonte: Assembleia Legislativa do Estado de Pernambuco

Comentários no Facebook