Em Balneário Camboriú, no Litoral Norte de Santa Catarina, um projeto pioneiro transformou o muro de uma escola em uma grande tela, com arte que mistura aprendizado e inclusão.

A inclusão é trabalhada com os alunos desde o início da aula, já na chamada, isso para todos aprenderem a linguagem de sinais. Dos 780 estudantes do supletivo, quatro são surdos. Mesmo assim a professora se preocupa em explicar os assuntos em libras para que todos possam entender.

Os reflexos do que acontece dentro da sala de aula se transformaram em arte no muro da escola. Em 80 metros de extensão, a linguagem universal dos sinais foi gravitada.

O alfabeto produzido por diferentes formatos de mãos ganhou colorido. Quem observa a pintura em grafite feita com 100 tons diferentes apreende a escrever no ar. O movimento foi feito para incentivar as pessoas a trocarem os ouvidos pelos olhos como forma de inclusão.

Fonte: https://ndmais.com.br/videos/ric-noticias-sc/alfabeto-em-libras-e-pintura-em-escola-do-litoral-norte-de-sc-como-forma-de-aprendizado-e-inclusao/

Comentários no Facebook