O viodeclipe homenageia os 120 anos da capital. Flavio Otoni teve a ideia de gravar o videoclipe com tradução a partir da necessidade de sua mãe, que é surda, pudesse entender e acompanhar seu trabalho.

MATO GROSSO DO SUL – Campo Grande comemora 120 anos nesta segunda-feira (26) com muitas homenagens e celebrações. Uma dela, é o tributo do cantor campo-grandense Flavio Otoni, de 29 anos que gravou um clipe sobre a capital todo traduzido para a Língua Brasileira de Sinais (Libras). A irmã dele, Cibele Otoni, faz a tradução.

A ideia de fazer o clipe traduzido é para que a mãe dele, Leila Fátima Otoni, que é surda, também possa entender e apreciar o trabalho. O cantor conta que a ideia surgiu meio que por acaso, baseado na dificuldade que a mãe tinha para compreender os videoclipes e shows.

“Ela sempre gostou de acompanhar minhas apresentações e ficava olhando, sem entender, meio perdida. A partir dai veio a idade de gravar meu primeiro DVD traduzido em Libras, assim como o videoclipe em homenagem a Campo Grande”.

O videoclipe da música “Gosto do Tereré” mostra locais conhecidos da Cidade Morena, passando pelo Mercadão Municipal de Campo Grande, avenida Fernando Corrêa da Costa, Morada dos Baís, dentre outros. O sertanejo conta que o objetivo é mostrar os detalhes da cidade e do povo acolhedor, além de trabalhar a inclusão para que todos possam entender a homenagem.

“Um clipe que retrata a minha saudade da cidade que nasci, feito com muito amor e muita dedicação, para que cada detalhe mostrasse a grandiosidade dessa cidade. Dedico essa música a todos os cidadãos de Campo Grande e do Mato Grosso do Sul, traduzido em Libras para todos apreciarem”, comenta Flavio.

Fonte: https://g1.globo.com/ms/mato-grosso-do-sul/noticia/2019/08/26/cantor-campo-grandense-faz-videoclipe-em-homenagem-a-capital-com-traducao-em-libras.ghtml

Comentários no Facebook