Desde 2002, pela lei nº 10.436, a Libras – Língua Brasileira de Sinais foi reconhecida como a segunda língua oficial do Brasil a fim de promover a inclusão social para deficientes auditivos. Na última quarta-feira (23.9), o mundo celebrou o Dia Internacional das Línguas de Sinais, uma data que promove a preservação das línguas, da cultura das pessoas surdas e, principalmente, o respeito e a busca por conhecimento e uso das línguas de sinais.

E como a inclusão é um dos valores que norteiam o trabalho da UMJ, a instituição lançou o Curso Básico de Libras, por meio da plataforma PESCA (umj.edu.br/pesca), o Portal de Estudos e Cursos de Atualização que oferece diversas opções em cursos e eventos gratuitos voltados para quem deseja se atualizar e garantir horas complementares à formação acadêmica. Durante o curso, que é gratuito e garante certificação, os alunos vão estudar o Alfabeto Manual e as Configurações das Mãos, além de participar de uma aula prática de Conversação em Libras.

“Com a utilização do laboratório virtual de Libras, será possível uma melhor prática dos sinais por todos os interessados. É um curso aberto ao público em geral, com tempo ilimitado de inscrição”, explica Camila Sirqueira, coordenadora do Núcleo de Acessibilidade da UMJ. “O minicurso de Libras é uma oportunidade única de quebrar a barreira entre surdos e ouvintes e, dessa forma, promover mais inclusão social”, finaliza a professora do curso, Thâmara Carnaúba, que é intérprete de Libras e membro do Núcleo de Acessibilidade.

Fonte: Correio dos Munícipios

Comentários no Facebook