Sundar Pichai escolheu cinco organizações para bater um papo e a startup brasileira foi uma delas

A Hand Talk que em 2019 foi a única brasileira entre as 20 organizações selecionadas para receber o aporte compartilhado de 25 milhões de dólares do Google.org, por meio do programa Google AI Challenge, apresentou pessoalmente sua solução a Sundar Pichai, CEO da Google. 

Os fundadores Ronaldo Tenório, Carlos Wanderlan e Thadeu Luz estão em São Francisco, na Califórnia, para apresentar a Hand Talk no palco principal do Google AI Impact Summit e já tem sido um dos grandes destaques do programa. A startup foi uma das cinco escolhidas por Sundar para bater um papo com ele. O CEO da Google achou a solução muito interessante e fez questão de entender melhor como o Hugo, intérprete virtual que traduz conteúdos de texto e imagens para Língua de Sinais, trabalha. 

“O programa Google AI Challenge que investe em organizações sociais, instituições de pesquisa e empresas de impacto social, com o objetivo de combinar inteligência artificial a mudanças sociais, proporcionou oportunidades incríveis à startup e esse momento definitivamente foi uma delas”, comenta Ronaldo. 

Sobre a Hand Talk
Fundada em 2012, a Hand Talk por meio de inteligência artificial realiza a tradução digital e automática do português para a Libras, a Língua Brasileira de Sinais. A organização possui um plugin para tradução de sites e um aplicativo que funciona como um tradutor de bolso – premiado pela ONU como o Melhor Aplicativo Social do Mundo. Com a missão de quebrar barreiras entre surdos e ouvintes em todo o mundo, a startup trabalha no momento com a introdução de ASL, American Sign Language – Língua Americana de Sinais – dentro do aplicativo.

Fonte: Hand Talk

Comentários no Facebook