Canção ‘Já Não Somos Apenas Nós’ confere protagonismo e tratamento artístico inédito à acessibilidade.

‘Já Não Somos Apenas Nós Dois’ é para lembrar que amor e liberdade formam um par perfeito, e é também a segunda canção divulgada do álbum ‘Mergulho’, da cantora e compositora Luiza Caspary.

Após viver um casamento de 10 anos, ela sentiu vontade de viajar o mundo pra ficar só, e acabou gostando muito da própria companhia. “Percebi que podia estar mais disponível para amar o mundo, amar a todos… e escolhi esse caminho”.  Produzida por Lou Schmidt e interpretada pela própria compositora, a música conta essa história em ritmo de folk, de forma leve e divertida.

Como o resto do álbum, a canção está sendo lançada em vídeo com uma tradução em Libras que recebeu tratamento artístico especial, com pesquisa prévia e trabalho de equipe. “Tivemos esse cuidado porque, como qualquer tradução literária, a tradução para Libras é uma “leitura” artística, que ainda envolve a interpretação cênica”, explica Luiza.

Duas intérpretes de Libras gravaram cada uma sua versão, discutiram e fizeram uma terceira que foi submetida a duas consultoras surdas para os aprimoramentos finais. No vídeo da canção, a intérprete de libras — Naiane Olah – ocupa o centro da cena, sentada num amplo sofá com Luiza Cáspary cantando aos seus pés, sentada no chão, num cenário muito acolhedor.

A pós produção das legendas e descrições foi coordenada por Márcia Cáspary, mãe e sócia de Luiza, que trabalha com acessibilidade há quase uma década, as legendas ficaram por conta da parceira Letícia Schwart (Mil Palavras).

O vídeo LIBRAS traduzido para a comunidade surda pode ser conferido nos canais da artista.

Comentários no Facebook