Kelsey Kulick praticou secretamente e surpreendeu os pais de Michael Kulic que são surdos, assim como alguns familiares que assistiam ao momento especial.

Uma noiva de Bozeman, em Montana, nos Estados Unidos, surpreendeu a todos que estavam presentes em seu casamento. É que antes de subir ao altar, Kelsey Kulic contou para seu agora, marido, Michael Kulic, que pretendia fazer seus votos de casamento usando a língua de sinais para que seus pais e alguns parentes que são surdos, pudessem entender e se sentirem parte da cerimônia que aconteceu no final de 2021.

Em entrevista ao Good Morning America, ela disse que teve a ideia quando ficou noiva. “Eu só queria que ficasse tudo bem com os pais dele, antes de eu fazer qualquer coisa. Daí, ele falou que seus pais amaríam a surpresa, mas ele se esqueceu que me disse isso”, revelou.

Michael engata. “Ela correu para falar com a minha tia que consegue ouvir, mas meu tio é surdo”. Ela completa. “Eu praticamente pedi para que ela fizesse uma gravação dela traduzindo os meus votos para a língua de sinais para que eu assistisse e praticasse. E também para que eu tivesse a certeza de que estava fazendo a coisa certa,” lembrou.

Ela segue dizendo. “Eu segui praticando por semanas para que eu pudesse surpreender a família dele e a minha também. Ninguém sabia disso. Apenas eu e a tia dele e a videomaker que estava no casamento”.

Chandler Smith foi a responsável por capturar o momento e postar nas redes sociais, quando o vídeo viralizou. “Meus pais ficaram surpresos com isso e ficaram dizendo o quando a Kelsey é especial para eles”.

A noiva ainda se diz surpresa com a repercussão do vídeo de seu casamento. “Eu não esperava que fosse viralizar. Eu fiz em respeito a família dele e ele também. No futuro, eu espero ser fluente na língua de sinais. Quero ter a capacidade de me comunicar com eles. Gostaria que nossas famílias e nossos filhos pudessem se comunicar sem nenhum tipo de barreira”.

Ele se derrete. “Achei muito lindo. Provavelmente o momento mais lindo que presenciei na minha vida. Demorou para eu entender que ela estava ‘traduzindo’ os votos para a língua de sinais. Quando percebi, minhas emoções vieram à tona. Eu não consegui me conter”, finalizou.

Fonte: Marie Claire

Comentários no Facebook