Inscrições começam dia 5 de dezembro e seguem até o dia 20.

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) divulgou, nesta sexta-feira (16), o edital para o Processo Seletivo Especial para ingresso na graduação em Letras – Língua Brasileira de Sinais (PSELib). Ao todo, 30 vagas são ofertadas, para o período letivo de 2019.

Por meio do Edital nº 87/2018, a Ufam pretende selecionar candidatos fluentes em Libras, concluintes ou que tenham concluído o Ensino Médio, avaliando-os quanto a aptidões e habilidades específicas.

Das 30 oportunidades, 50% são reservadas a candidatos surdos ou deficientes auditivos, e outras 15 para a ouvintes. Além disso, ao presente processo será aplicada a divisão entre ampla concorrência e reserva de vagas.

O Cartão de Confirmação de Inscrição (CCI) será disponibilizado pela Comissão no dia 11 de janeiro de 2019, enquanto as provas serão aplicadas em 20 de janeiro de 2019, a mesma data em que o gabarito preliminar estará disponível.

Após a fase de recursos, nos dias 21 e 22, o gabarito definitivo será divulgado pela Compec em 29 de janeiro de 2019. Já o resultado final das provas será publicado pela Ufam a partir do próximo dia 5 de fevereiro.

Inscrições
As inscrições serão feitas somente pela internet, na página da Comissão Permanente de Concursos (Compec), das 10h do dia 5 de dezembro de 2018 até às 17h do dia 20 de dezembro de 2018 (horário oficial de Manaus).

Ao se inscrever, o candidato deve inserir os seguintes dados: nome completo, número de RG e CPF, cidade de provas, dada de nascimento, sexo, sede do curso, curso, categorização e modalidade pela qual optou.

O valor da taxa de inscrição será de R$70, sendo recolhido por meio de boleto bancário, com pagamento até 21 de dezembro, preferencialmente nas agências do Banco do Brasil.

Aquele que atender às exigências pode solicitar a isenção do pagamento da taxa junto à Compec até às 17h do dia 23 de novembro de 2018.

A lista de isentos será publicada em 27 de novembro, cabendo recursos em 48 horas. No dia 30 de novembro, será publicada a lista definitiva de isenções.

Fonte: G1 Globo

Comentários no Facebook