Melhorar a comunicação entre os profissionais e os pacientes surdos dentro do ambiente hospitalar.

É com esse objetivo que o Hospital Yutaka Takeda (HYT), em Parauapebas (PA), gerenciado pela Pró-Saúde, iniciou a utilização de um software que traduz conteúdo em formato de textos para Língua Brasileira de Sinais – Libras. O novo recurso está disponível nos computadores das recepções e de consultórios médicos do hospital.

Com a nova tecnologia, durante o atendimento, a comunicação ocorre por meio de um interprete de libras virtual na tela do computador, que traduz cada palavra digitada em linguagem de libras. A assistente social do HYT, Alexsandra França, explica que foi identificada uma demanda envolvendo pacientes com deficiência auditiva. “Para minimizar as barreiras comunicacionais no hospital, pensamos nesse software VLIBRAS, para proporcionar um atendimento ainda mais humanizado, além de estarmos garantindo o cumprimento da legislação destinada a pessoas com deficiência”, explicou Alexsandra.

Antes de serem instaladas no Hospital Yutaka Takeda, no último mês de dezembro, foram realizados testes da tecnologia avaliando funcionalidade e aprovação dos usuários e profissionais do hospital. “Gostei muito de chegar aqui e ver que existe um programa que vai facilitar a comunicação com os surdos, antes eu tinha que vir com um interprete, agora com o sistema facilita chegar sozinha e ser atendida”, declarou a auxiliar técnica de manutenção Polyanna Bomfin, que é deficiente auditiva, antes de sua consulta médica.

360 milhões de surdos

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), são 360 milhões de surdos em todo mundo, e até 2050, a expectativa é de que esse número cresça para 900 milhões. Já no Brasil, são cerca de 10 milhões de surdos, que equivale a 5% da população.

O Hospital

O Hospital Yutaka Takeda foi construído pela Vale em 1986 e é gerenciado pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar desde 1997.

A unidade possui importantes certificações, a de Hospital Acreditado Pleno – Nível 2, reconhecimento concedido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), que avalia a qualidade, segurança e gestão integrada. E foi o primeiro Hospital no Brasil certificado pelo Programa de Qualidade (PNQ) do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN), que reconhece a qualidade da assistência da instituição.

Entre as conquistas de destaque da unidade também está o selo “Green Kitchen”, concedido pela Fundação para a Pesquisa em Arquitetura e Ambiente (Fupam); e o recebimento de placa de reconhecimento pela participação no Desafio Resíduo, da Rede Global de Hospitais Verdes e Saudáveis (_Global Green and Healthy Hospitals – GGHH_).

Sobre a Pró-Saúde

A Pró-Saúde é uma entidade filantrópica que realiza a gestão de serviços de saúde e administração hospitalar há mais de 50 anos. Seu trabalho de inteligência visa a promoção da qualidade, humanização e sustentabilidade.

Com 16 mil colaboradores e mais de 1 milhão de pacientes atendidos por mês, é uma das maiores do mercado em que atua no Brasil. Atualmente, realiza a gestão de unidades de saúde presentes em 22 cidades de 12 Estados brasileiros — a maioria no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde). Atua amparada por seus princípios organizacionais, governança corporativa, política de integridade e valores cristãos.

Fonte: http://www.carajasojornal.com.br/cidades/parauapebas/item/17144-hospital-yutaka-takeda-facilita-atendimento-a-pacientes-com-deficiencia-auditiva.html

Comentários no Facebook