A Universidade do Estado do Pará (Uepa) é o único polo universitário do estado que integra o Instituto Nacional de Ensino de Surdos (INES), que abriu vagas para as novas turmas do curso de Pedagogia Bilíngue.

Este ano, a Uepa oferta 30 vagas para a graduação, na modalidade de Ensino à Distância (Ead) conforme o edital, sendo 50% das vagas para surdos e pessoas com deficiência auditiva. As inscrições são gratuitas e estão abertas de 21 à 25 de janeiro através do site do INES.

Poderão concorrer às vagas somente candidatos que tenham concluído o Ensino Médio ou equivalente, fato que deverá ser comprovado no ato da matrícula, e que tenham realizado o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) em uma das 03 (três) últimas edições (2016, 2017 ou 2018). Caso o candidato tenha participado de mais de uma dentre essas edições do ENEM, será considerada a edição em que obteve maior pontuação.

Estão reservadas 50% (cinquenta por cento) das vagas oferecidas para estudantes que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas, para estudantes oriundos de famílias com renda igual ou inferior a 1,5 salário mínimo e candidatos com deficiência. As vagas destinadas à cotas também serão preenchidas por por autodeclarados pretos, pardos e indígenas, em proporção ao número de pessoas pertencentes à este grupo em cada unidade da Federação à qual pertença cada polo, segundo o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010.

Terão direito à vagas reservadas somente os candidatos aprovados que a tiverem solicitado no ato da inscrição e que apresentarem no ato da matrícula a documentação necessária à comprovação de sua condição. A lista de documentos necessários constam no edital do Processo Seletivo.

A lista dos aprovados e classificados no Processo Seletivo será divulgada no dia 30 de janeiro, exclusivamente na plataforma do Ines. No dia 31 de janeiro e 01 de fevereiro, serão os períodos de matrículas nos polos, no caso da Uepa, no Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE), localizado na Tv. Djalma Dutra, entre Municipalidade e Rua do Una, no bairro do Telégrafo, no município de Belém.

O Curso
O Curso de Graduação em Pedagogia Bilíngue EaD objetiva formar professores e gestores educacionais, surdos e ouvintes, em uma perspectiva bilíngue através do aprendizado da Língua Brasileira de Sinais e da Língua Portuguesa. Almeja também construir a interculturalidade na modalidade online, para atuar na área da docência (Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental) e na gestão de espaços educativos formais e não formais.

Na Uepa, o curso possui 13 tutores que acompanham os alunos de forma virtual e presencial através de encontros na Universidade e webconferências. O ambiente online de aprendizado foi projetado e construído por pessoas surdas e ouvintes buscando a acessibilidade e conforto.

Caso o aluno não tenha computador ou internet de qualidade e esteja matriculado na graduação de Pedagogia Bilíngue, ele tem livre acesso à Sala Revoluti – a sala do futuro do CCSE, desenvolvida para ser acessível à qualquer tipo de pessoa ou situação. A sala possibilita a mudança de layout de acordo com a ocasião, contando com 30 computadores, data show e televisão.

A coordenadora do curso, professora doutora Maria Joaquina da Silva, enfatiza que é de notável relevância social a Uepa formar profissionais que atuem com a diversidade. “É de grande importância a Uepa tornar-se, a cada dia mais, uma Instituição Bilíngue, pois dessa forma podemos combater a opressão social provocado pelo sistema monolíngue de ensino. O professor monolíngue não fala a mesma língua do aluno surdo”, explica.

Fonte: http://www.uepa.br/pt-br/noticias/pedagogia-bil%C3%ADngue-oferta-30-vagas-para-surdos-e-ouvintes-na-uepa

Comentários no Facebook