- Continua depois da publicidade -

A Prefeitura de Sinop, por meio do Centro Municipal de Educação Especial Inclusiva de Sinop – CMEEIS, desenvolve ações de inclusão para a comunidade e está oferecendo curso de Língua Brasileira de Sinais (Libras), gratuitamente.

MATO GROSSO – O curso é ofertado pela Secretaria de Educação, em parceria com a Associação dos Surdos de Sinop, desde o ano de 2016. São organizadas turmas em níveis diversos, desde o inicial ao profissionalizante de intérprete de Libras. Já foram mais de 1.500 cursistas atendidos. Atualmente há 3 turmas e com previsão de mais 3 para início no mês de agosto.

O curso tem como objetivo levar o conhecimento inclusivo à sociedade, viabilizando, assim, o acesso e aprendizado de uma nova língua, como forma de possibilitar a comunicação entre os deficientes auditivos com a sociedade.

“A proposta de formação em Libras tem o objetivo de levar conhecimento a toda a comunidade, visando a aprendizagem da língua de sinais. É importante para que mais indivíduos consigam se comunicar, sem barreiras, uns com os outros”, destacou a  professora especialista em Libras, da AEE, Daniely Gimenes Volpini Rialto.

Para a aluna Lilian Hadassa o curso é de extrema importância, não só pela inclusão, da comunidade surda, mas pela inclusão de nós mesmos. “E de trazer essa comunicação em geral, tanto para criança, como em um atendimento. Eu mesmo, tive uma experiência desagradável, quando eu era gerente de uma empresa que eu fui atender uma pessoa surda, e eu não compreendi o que ele queria e isso me trouxe uma necessidade de aprender libras, para trazer a inclusão e comunicação para todos. Todos merecem se comunicar, como a professora falou, de uma forma prazerosa, com muita alegria e felicidade. Eu sou muito grata, e eu fiquei admirada por ter esse curso, que a gestão quer  realmente fazer isso, essa inclusão, entre nós, e a comunidade surda”.

Leomara Morais ressalta que a importância do curso é a acessibilidade. “As pessoas precisam se comunicar, e hoje existem muitos surdos em Sinop, essas pessoas precisam ser incluídas. Eu estou fazendo esse curso por um motivo muito especial, eu sou testemunha de Jeová, e eu vou usar esse curso, para ensinar a bíblia para as pessoas”.

“A princípio eu vim porque uma filha minha sentiu necessidade, de se incluir junto com os amigos dela da escola, que são surdos. Eu vim para eu poder ensinar a ela, para que ela se socialize mediante a sociedade. Eu estou gostando do curso, muito bom”, disse outra aluna, Simone Costa.

A professora Alcione Dela Justina ressaltou a importância da inclusão para o município. “Porque é um fórmula de estimulação, pois existem muitas barreiras, uma pessoa que sabe libras ela vai saber se comunicar, isso é muito importante para todas as pessoas, para a comunidade surda. Eu estou muito feliz em ver essa mudança acontecendo”.

Vale destacar que, na atual gestão, o Centro Municipal de Educação Especial Inclusiva de Sinop, passou por uma reforma completa, onde foram realizadas obras de adequações arquitetônicas e estruturais, para promover a melhor acessibilidade dos alunos da educação especial que recebem o atendimento educacional especializado. Também foram adquiridos brinquedos e materiais pedagógicos para a estimulação precoce e atendimento diferenciado. O Centro conta com o núcleo de libras, braile, autismo e deficiência múltipla.

Fonte: Prefeitura de Sinop

- Publicidade -