Na manhã desta terça-feira (13), por unanimidade, o plenário da Câmara Municipal de Goiânia aprovou, em primeira votação, o projeto de lei do Vereador Willian Veloso, que obriga as instituições bancárias a instalarem painéis luminosos com audiodescrição das chamadas de atendimento para surdos e placas para que pessoas que utilizam implantes cocleares não passem pela porta giratória, e sim pela porta manual.

O parlamentar explica que os usuários de implantes auditivos se enquadram em situação semelhante à dos portadores de marca-passo. “Ao passarem pelo detector, o aparelho pode ser desregulado e isso pode causar diversos incômodos auditivos, pois o aparelho dispara ao passar pela detecção”, reforça Veloso.

O atendimento das pessoas com implantes cocleares deve ocorrer pela porta manual, com apresentação da carteira de implantado. Já os atendimentos fora das agências deverão ser realizados via aplicativos de mensagem, por escrito ou mediante cadastro prévio da pessoa com deficiência auditiva.

Fonte: Câmara Municipal de Goiânia

Comentários no Facebook