O projeto de Lei do vereador Luciano Costa, apresentado na última terça-feira, 24, tem o objetivo de estabelecer, no currículo das escolas municipais, aulas da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS).

O documento diz ainda que cada escola deverá contratar um professor, um intérprete e tradutor, um professor de português como segunda língua para pessoas surdas e um professor regente de classe com conhecimento acerca da singularidade linguística dos alunos surdos.

Para o autor, é necessário que todos aprendam a língua para promover a inclusão das pessoas surdas e mudas na sociedade.

O projeto será analisado pelas comissões da Câmara.

Fonte: http://www.correiodecorumba.com.br/?s=noticia&id=18271

Comentários no Facebook