Deficientes auditivos já podem realizar o sonho de ter a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no Espírito Santo com mais recursos.

O portador da deficiência poderá realizar provas teóricas digitais com tradução em Libras, em todos os municípios capixabas que possuem uma sede do departamento.

As alterações promovidas pelo Detran vão ao encontro às queixas de associações de surdos, a exemplo da Associação de Integração dos Surdos de Vitória (Asurvi). Devido às diferenças na tradução da Libras, muitos surdos têm atualmente dificuldade na interpretação dos questionários quando os intérpretes traduzem.

Nessa segunda-feira (1º) foi disponibilizada prova teórica especial de legislação de trânsito para pessoas surdas obterem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Os exames digitais tem a opção de agendamento com tradução simultânea em vídeo feito em Língua Brasileira de Sinais (Libras). O tempo de duração da prova teórica também foi modificado, passando dos atuais de 50 minutos, para 1h40.

Os exames digitais em Libras atendem, de maneira mais eficaz, exigências do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), no Art.147-A, que assegura ao candidato com deficiência auditiva acessibilidade de comunicação em todas as etapas do processo de habilitação.

O diretor geral do Detran, Givaldo Vieira, destaca que o departamento pretende se adequar às principais medidas, dentro da legalidade, que garantam aos capixabas mais oportunidades de acesso à CNH.

“A carteira de habilitação representa para as pessoas a liberdade, a independência, e também, para muitos, uma possibilidade a mais de ingresso no mercado de trabalho. E as oportunidades têm de ser oferecidas, com dignidade, a todos, como nesta justa iniciativa que beneficia os surdos. Vamos seguir investindo em tecnologias assistivas, informatização e qualificação técnica para promover acessibilidade no que diz respeito ao trânsito”, afirma Vieira.

O diretor do Detran acrescenta que, com a tradução simultânea em vídeo, não haverá mais a necessidade de contratação de interpretes de Libras para as provas teóricas digitais.

Prova prática
A modalidade continuará a contar com a presença do intérprete, que acompanha todo o percurso da prova, permanecendo no banco traseiro do veículo, atrás do motorista, enquanto o candidato transita em via pública.

O interprete também traduz o resultado da prova, conforme apresentado pelo examinador, prestando os esclarecimentos que se fizerem necessários.

O interessado pode fazer contato com a Coordenação de Provas do Detran, por meio do telefone (27) 3137-2646 ou ir até a sede do Detran de seu município.

Fonte: https://www.aquinoticias.com/2019/04/surdos-podem-agendar-prova-especial-para-tirar-cnh-no-es/

Comentários no Facebook