A proposta atenta ao conceito de que as instituições de ensino integrantes do Sistema Municipal de Nova Mutum têm a responsabilidade de promover a inclusão com qualidade

MATO GROSSO – Assegurar a educação inclusiva para alunos com deficiência auditiva ou na fala, com a implantação do ensino da Língua Brasileira de Sinais – Libras – dentro da rede municipal de ensino, foi um pedido do vereador Maciel Sousa, juntamente com os vereadores Elenilson Tavares de Lima (Tilit), Vera Lucia Grodzicki, Lurdes Costa Marques e Cristiano Bicô. A Indicação foi apresentada na última sessão ordinária (23.08).

A proposta atenta ao conceito de que as instituições de ensino integrantes do Sistema Municipal de Nova Mutum têm a responsabilidade de promover a inclusão com qualidade, garantindo que as pessoas com deficiência auditiva tenham acesso aos conteúdos curriculares desenvolvidos em todos os níveis, etapas e modalidades.

O texto, aprovado pela Casa, propõe ainda que, a Língua Brasileira de Sinais não deve substituir a modalidade escrita da língua portuguesa e que os parâmetros, para a implantação de Libras nas escolas do município, deverão ser definidos pelos órgãos competentes da Administração Pública, especialmente a Secretaria Municipal de Educação e Cultura e o Centro de Formação da Educação de Nova Mutum (CFENM).

Fonte: PowerMix

Comentários no Facebook