- Continua depois da publicidade -

O projeto, iniciado em 2023, já capacitou cerca de 60 pessoas.

A comunicação é um processo essencial que conecta pessoas através da troca de mensagens, ideias, emoções e sentimentos, influenciando a interação humana. No entanto, para milhões de pessoas surdas no Brasil, essa conexão enfrenta desafios. Segundo o IBGE, o número de indivíduos com alguma deficiência auditiva no país ultrapassa os dez milhões. Diante dessa realidade, a necessidade da inclusão social e de uma comunicação eficaz através da Língua Brasileira de Sinais (Libras) torna-se cada vez mais urgente.

Para atender essa demanda, a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA) de Juazeiro, na Bahia, oferece um curso gratuito de Libras desde 2023. O projeto já capacitou cerca de 60 pessoas, incentivando a inclusão e a interação com a comunidade surda na região.

O professor do curso, Paulo José, expressou sua alegria ao ver a motivação da turma: “Quando nos reunimos aqui, é sempre muito gostoso, pois, a cada aula entendemos a importância da Língua Brasileira de Sinais. Todas as pessoas devem ser assistidas e a comunicação deve alcançar todas as línguas. Eu não uso Libras apenas no meu trabalho, mas também uso para ajudar as pessoas”, afirmou.

Darticléia Cavalcanti, aluna do curso, compartilhou o que a motivou a ingressar no projeto: “Eu percebi que na minha igreja havia a necessidade de me comunicar com pessoas surdas. Lá, temos frequentadores surdos nos cultos e, muitas vezes, eu não sabia como me interagir. Quando vi o movimento em prol da implementação de práticas para torná-la acessível, me interessei imediatamente e quis participar através da oportunidade que a ADRA proporcionou”, contou a aluna.

Novas turmas

Em breve a ADRA abrirá a terceira turma do curso de Libras. Para mais informações procure a ADRA de Juazeiro, Bahia.

Os cursos que a ADRA oferece são frutos da parceria com profissionais voluntários! Seja Voluntário e use parte do seu tempo para transformar a vida de pessoas. Acesse: Quero ser um voluntário

Fonte: ADRA

- Publicidade -