A Secretaria de Estado de Educação e do Esporte (Seed) anunciou que a partir de quarta-feira (22) as aulas EaD terão tradução simultânea de libras. A novidade chega após a Seed buscar por melhores alternativas que incluíssem as mais diversas demandas dentro da educação.

Os estudantes da rede estadual de Educação do Paraná que possuem a necessidade de um tradutor poderão assim, acompanhar seus estudos sem ser prejudicados.

O Secretário de Educação, Renato Feder, informa que aqueles alunos com necessidades especiais que não conseguiram acompanhar todo o material das duas primeiras semanas de aulas à distância, não serão prejudicados. “O aluno pode com calma, resolver as atividades que já foram passadas e enviar ao professor no seu tempo. Como o conteúdo já lecionado não terá tradução entendemos que ele precisará de um tempo maior para o término do exercício. Mas a partir de quarta-feira, os próximos conteúdos e videoaulas virão com tradução, o que já facilita para o estudante”, conclui o secretário.

“Estamos passando por um período excepcional que também exige medidas excepcionais. As aulas EaD são a solução que encontramos para que os estudantes do Paraná não tenham seu ano letivo prejudicado por conta do coronavírus. A equipe da Seed está trabalhando muito para que o conteúdo chegue com qualidade aos nossos alunos nesse momento tão difícil”, afirma o secretário Renato Feder.

AULAS EAD – As aulas na modalidade EaD foram a alternativa encontrada para que os cerca de 1 milhão de estudantes da rede não tenham seu processo de ensino e aprendizagem prejudicado devido ao momento delicado pelo qual o país passa. Os colégios só serão reabertos quando a situação for considerada segura pelas autoridades sanitárias.

A proposta foi desenvolvida respeitando a Constituição Federal e o conceito de amplo acesso à educação. Vale ressaltar que houve ampla aceitação por parte do Conselho Estadual de Educação (CEE), que deliberou de forma favorável por 17 votos a um.

MAIORES AVANÇOS NA INCLUSÃO – “Sabemos que a tradução em libras é apenas uma das demandas que precisamos melhorar e garanto que estamos fazendo o possível para continuar avançando e melhorando o sistema Ead para o conforto dos alunos”, explica o secretário Feder ao ser questionado sobre outros tipos de inclusão.

Fonte: Governo de Paraná

Comentários no Facebook