Os alunos da Escola de Formação e Especialização de Soldados (EsFES) de Porto Alegre estão sendo capacitados na Língua Brasileira de Sinais (Libras) por integrantes da Escola de Surdos Frei Pacífico. São 197 alunos que participarão de oito encontros, um para cada turma do curso, buscando qualificar ainda mais o atendimento à população.

A ideia surgiu após um dos alunos atender a uma ocorrência envolvendo uma pessoa surda durante o estágio operacional no policiamento. O militar relatou que fez o possível, dentro do seu conhecimento, para atender o cidadão da melhor forma, mas sentiu limitações. Ele levou o fato ao conhecimento da administração da EsFES, e o comandante da escola, major Endrigo Silva Silveira, iniciou as tratativas com a Escola Frei Pacífico, que disponibilizou as oficinas para sem custo.

“Buscou-se promover essa capacitação dentro da perspectiva de cidadania e atendimento máximo à população, facilitando a comunicação entre o policial e a pessoa surda, propiciando otimizar o atendimento de demandas dessa natureza e acolher as vítimas que, geralmente, encontram-se fragilizadas”, ressaltou Silveira.

Fonte: Governo do Rio Grande do Sul

Comentários no Facebook