resizerSão Paulo – Durante a apresentação da peça “Elza e Fred – O amor não tem idade”, no Teatro Municipal, no último dia 10, o público conheceu o trabalho da intérprete de Libras Maira Branco. Ela “traduziu” para a língua brasileira de sinais, a forma de comunicação dos surdos, o texto do espetáculo. Cerca de 25 deficientes auditivos, convidados especialmente para o evento, puderam – a maioria pela primeira vez na vida – acompanhar uma peça teatral na sua plenitude.

Maira e o professor Marcelo Ulle fazem parte de um projeto de inclusão social desenvolvido pela Secretaria Municipal de Cultura. O secretário Vic Renesto explica: “A prefeita Ana Bim, cuja origem profissional está no Serviço Social, sempre cobrou da assessoria que as propostas de inclusão saiam do discurso político e passem para a realidade. Foi o que levou a Secretaria a contratar o professor Marcelo, que desenvolveu o projeto”, disse.

umberto2ELOGIOS
O consagrado ator Humberto Magnani, protagonista do espetáculo ao lado de Sueli Franco, aplaudiu a iniciativa – “só vi isso no Rio de Janeiro” – e elogiou a atuação de Maira: “Essa moça tem que dar sequência a esse trabalho. Ela interpretou magnificamente o texto e as emoções da peça”, argumentou. Mesmo estando em cena, Magnani ficou atento ao trabalho da intérprete: “Sua performance valorizou nosso trabalho. Foi emocionante e inesquecível”, afirmou o veterano ator.

Fonte: http://cidadaonet.com.br/materia/12424/interprete-de-libras-e-elogiada-pelo-ator-humberto-magnani.html

Comentários no Facebook