Ela foi impedida de realizar um teste de direção por causa da deficiência. Após repercussão na internet, nova banca foi marcada e jovem aprovada.

A surdez de Mariana Ferreira Albuquerque, 23 anos, nunca foi impedimento para nada na vida dela. A jovem cursa Sistemas de Cooperativismo na Universidade Federal do Tocantins (UFT) e como qualquer estudante ela costuma sair com os amigos, se divertir e estudar. Mariana estava se preparando desde 2014 para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) em Araguaína, no norte do Tocantins, onde mora. Mas os problemas começaram logo que ela entrou com o processo…

Confira o conteúdo completo: http://g1.globo.com/to/tocantins/vc-no-g1-to/noticia/2015/03/candidata-surda-e-constrangida-em-prova-para-tirar-cnh-no-tocantins.html

Comentários no Facebook