A menina Aurora foi dada como desaparecida após se afastar sozinha em uma área rural

Max, um cachorro da raça heeler azul, permaneceu ao lado de uma menina de três anos e levou os pesquisadores até ela, após a garotinha ter passado mais de 15 horas perdida em uma floresta acidentada, em Southern Downs de Queensland, na Austrália, durante a noite.

A menina Aurora foi dada como desaparecida por volta das 15h de uma sexta-feira, após se afastar sozinha. Mas uma busca em bosques e colinas na propriedade rural durante o tempo chuvoso não encontrou nenhum vestígio dela. Mais de 100 voluntários do Serviço de Emergência Estadual (SES), policiais e membros do público retomaram a busca e encontraram a menina segura e bem com Max, que por seu bom trabalho em manter a menina segura, foi declarado um cão policial honorário.

Kelly Benston, parceira de Leisa Bennett, avó de Aurora, disse que Bennett e outros pesquisadores ouviram a menina baixinho do topo de uma montanha na manhã de sábado. “Ela encontrou o cachorro primeiro. Max a levou para Aurora”, disse Benston.

O controlador de área da SES, Ian Phipps, confirmou que um membro da família avistou Aurora e Max a cerca de dois quilômetros da casa, ainda na propriedade da família em Cherry Gulley, 30 quilômetros ao sul de Warwick. “A área ao redor da casa é bastante montanhosa e um terreno muito inóspito para passear, então ela viajou uma distância considerável com seu cachorro que era bastante leal a ela”, disse ele.

A Sra. Bennett disse que a rastreou depois que a criança de três anos respondeu aos seus gritos. “Quando a ouvi gritar ‘Vovó’, soube que era ela”, disse ela. “Eu subi a montanha … e quando cheguei no topo, o cachorro veio até mim e me levou direto para ela.”

Fonte: Tribuna de Jundiaí

Comentários no Facebook