A sede da Defensoria Pública do Estado do Paraná (DPE-PR) em Guarapuava, por meio da atuação da Defensora Mariela Reis Bueno, da Assistente Social Marlene Myszka e da estagiária de direito Gabriela Camargo Machado, em parceria com a intérprete de libras, Rosângela Maria Ribas de Lima, garantiu, através de acordo extrajudicial, que a guarda de uma criança de 4 anos fosse exercida pelos genitores, surdos.

Desde 2017, os pais lutavam para trazer a filha para residir com eles, mas era impedidos por familiares, com a justificativa de serem incapazes de prover os cuidados necessários para com a infante, unicamente por suas condições de surdez.

A criança estava residindo com a avó materna, na cidade de Paraúna/GO, e os pais em Guarapuava/PR.

A Defensoria Pública conseguiu ainda, junto ao município de Guarapuava, o transporte e intérprete de libras para acompanhar a mãe no deslocamento até a cidade de Paraúna buscar a criança.

Fonte: Defensoria Pública do Estado do Paraná

Comentários no Facebook