Prezunic utiliza Língua Brasileira de Sinais em processos seletivos

RIO DE JANEIRO – O ambiente é o mesmo de uma entrevista convencional. De um lado, o candidato à vaga de emprego. Do outro, o recrutador. A diferença é a forma de comunicação, por meio da Língua Brasileira de Sinais (Libras). Desde dezembro, o Prezunic incluiu entre seus recrutadores pessoas capacitadas em Libras para realizar entrevistas de emprego com candidatos surdos, seguindo a Política de Diversidade e Inclusão do grupo Cencosud, do qual a rede de supermercados faz parte.

Em parceria com o Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), duas especialistas do Prezunic em recrutamento e seleção foram capacitadas em Libras para proporcionar melhores oportunidades aos candidatos com deficiência na audição. Ao todo, a rede de supermercados carioca tem 45 colaboradores surdos entre as 264 pessoas com algum tipo de deficiência.

Contratada por meio da entrevista em Libras, Mara Luz, 49 anos, é auxiliar de operações no Prezunic Barra, trabalho que garante seu sustento e o de sua filha, a estudante Thaís, de 18 anos.

“Foi a primeira vez que participei de um processo seletivo na minha língua”, diz Mara. “A entrevista em Libras me deixou mais segura e aumentou as minhas chances”.

Para melhorar as condições de trabalho dos surdos e também auxiliar clientes nessa condição, a Cencosud passou, ainda, a disponibilizar um curso de Libras para seus colaboradores, por meio de uma plataforma digital interna.

Gerente de Recursos Humanos do Prezunic, Ana Behrens ressalta que dar oportunidades para que pessoas com deficiência concorram a qualquer vaga de emprego na empresa é parte da cultura de inclusão da Cencosud.

“A inclusão e a diversidade estão no DNA da empresa. A concorrência às nossas vagas está aberta a todos que se considerem aptos a ocupá-las. No caso das pessoas com deficiência, queremos proporcionar cada vez mais a equidade no momento da entrevista. A adoção da Língua Brasileira de Sinais é resultado disso”, afirma Ana Behrens.

PCDs mais eficientes
Uma das recrutadoras do Prezunic capacitadas em Libras, Camila Coutinho ressalta a melhora na qualidade das entrevistas com candidatos surdos.

“Desde quando iniciamos as entrevistas em Libras, no fim do ano passado, já contratamos mais de dez pessoas com surdez ou alguma deficiência auditiva. Essa nossa nova habilidade proporciona mais tranquilidade para o candidato surdo”, observa a analista de RH.

Camila ressalta, ainda, ser comum o fato de colaboradores com algum tipo de deficiência se destacarem entre os demais.

“Recebemos muitos relatos de gerentes de loja afirmando que os colaboradores com deficiência se mostram mais disponíveis e dispostos a encarar desafios”, afirma Camila.

Além das vagas convencionais de emprego, disponíveis também para pessoas com deficiência, há oportunidades exclusivas para PCDs. Nesse caso, o Prezunic recebe currículos pela internet e também mantém parcerias com diversas instituições públicas e privadas ligadas ao tratamento e amparo a pessoas com deficiência, para a captação de novos candidatos.

Interessados em concorrer a vagas no Prezunic podem inserir seus currículos no site www.vagas.com.br/cencosudbrasil.

Fonte: https://www.segs.com.br/mais/vagas/167591-entrevistas-de-emprego-em-libras-beneficiam-candidatos-surdos

Comentários no Facebook