Deyvisson Silva conversou com o Manhã Interativa deste sábado (02/02).

ALAGOAS – O Programa Manhã Interativa transmitido pela Rádio Novo Nordeste 91,5 FM recebeu Deyvisson Silva que é intérprete e instrutor de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) para conversar sobre as dificuldades e os avanços da sociedade para acolher pessoas com deficiência auditiva.

O Instrutor destaca que o país está começando a se preparar para a inserção das pessoas surdas nas relações do dia a dia. “Depois que o ENEM jogou esse tema para a redação, foi quando o Brasil acordou um pouco para o que é realmente as Libras. Lei já existe, na teoria, entretanto só agora a sociedade está acordando para os surdos.”, disse.

Ele explica que a maior procura para cursos de LIBRAS são de estudantes universitários, professores, psicólogos e adultos no geral. Ele destaca também que a Língua de Sinais deveria ser matéria obrigatória. “A gente aprende inglês, espanhol na escola e a quantidade de pessoas que falam essas línguas no nosso país é inferior aos surdos. A necessidade da Libras é muito maior.”, frisou.

O entrevistado reitera que LIBRAS não é universal. “Se um surdo brasileiro se encontra com um surdo alemão, eles vão entender apenas algumas coisas. São duas línguas diferentes.”, esclarece.

Deyvisson Silva ministra o curso intensivo Libras em Foco 1.0, prestes a abrir 3ª edição, com acompanhamento online e duração de 7 meses. Para saber mais: (82) 9 9602-2707. “Os surdos são pessoas absolutamente comuns, só falam uma língua diferente da gente.”, concluiu.

Fonte: https://nn1.com.br/noticia/4462/instrutor-de-libras-explica-mais-sobre-a-lingua-utilizada-pelos-surdos-brasileiros

Comentários no Facebook