Autor do projeto é o deputado estadual João Henrique Catan (PL)

MATO GROSSO DO SUL – O Projeto de Lei apresentado pelo deputado estadual João Henrique Catan (PL) propõe que as empresas de call center do Mato Grosso do Sul utilizem chamadas de vídeos para se comunicar com pessoas surdas. A proposta foi protocolada nesta sexta-feira (10) e deve ler lida no expediente na próxima semana.

Conforme o texto do PL, a proposta obriga empresas de centrais de atendimento telefônico “call centers”, aos “SAC” e congêneres a disponibilizarem método de atendimento de chamada de vídeo para pessoas surdas, contratando atendentes especializados em Libras.

Além disso, a idéia é proporcional um canal específico ou um número de telefone exclusivo para o atendimento de pessoas acometidas de surdez.

Se caso aprovada e sancionada pelo Governo do Estado, a lei vai impor as empresas desse ramo a se adequarem a regra, penalizando quem não seguir o ponto considerados como multa e advertência.

“Como deputado estadual posso legislar sobre assuntos dessa natureza. Defendemos a importância de o poder público dedicar esforços para assegurar o acesso dos deficientes auditivos às centrais de telemarketing, garantindo o direito e o acesso de todos”, argumenta.

Fonte: Midiamax

Comentários no Facebook