Uma funcionária surda, de 41 anos, foi vítima de estupro pelo próprio chefe, Valdecy Matos da Silva. O crime ocorreu em novembro do ano passado, mas só veio à tona após uma denúncia. O caso aconteceu em Manaus, no Amazonas.

A vítima, que fez um Boletim de Ocorrência (BO) denunciando o crime, era constantemente assediada pelo líder de produção de uma grande empresa de motocicletas. Além das diversas mensagens com conteúdos em que mostrava interesse pela funcionária, o chefe ainda fez inúmeros convites para irem a um motel.

Em uma das investidas, o chefe tentou seduzir a mulher no estacionamento da empresa. Em seguida, a levou a força para um motel, onde teria cometido o estupro.

No BO, a mulher informou que escondeu o crime por vergonha do marido. Porém, ele tomou conhecimento sobre a situação e a orientou a comunicar a empresa sobre o ocorrido.

O suposto agressor foi demitido após a denúncia chegar ao diretor presidente da empresa.

A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (SEPED) está prestando apoio à vítima. O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM).

Fonte: https://www.diarioonline.com.br/noticias/brasil/537001/chefe-e-suspeito-de-estuprar-funcionaria-surda-em-motel

Comentários no Facebook