Plataforma traduz conversas em tempo real para surdos que preferem se comunicar na Língua Brasileira de Sinais. Serviço voltado a empresas, órgãos públicos e pessoas físicas foi criado em 2014 por metroviários de São Paulo.

O advogado Cid Torquato, ex-secretário municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo e ex-secretário adjunto de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de SP, é o novo presidente do ICOM Libras, serviço online de comunicação entre pessoas ouvintes e surdos que usam a Língua Brasileira de Sinais.

A plataforma traduz conversas em tempo real para corporações, órgãos públicos e pessoas físicas. Foi criada em 2014 pela AME, associação de metroviários de São Paulo dedicada à inclusão de pessoas com deficiência

Torquato vai comandar o processo para tornar o ICOM Libras uma empresa independente. O novo presidente quer multiplicar o número de conversas mediadas – com média atual de 5 mil horas por mês- e dobrar o faturamento da plataforma até o fim do ano.

“Empresas públicas e privadas, e órgãos governamentais, precisam ser fluentes em Libras para garantir atendimento a pessoas surdas em seu idioma preferencial”, diz o presidente do ICOM Libras.

Cid Torquato é formado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. Foi executivo da Lowe & Partners América Latina e StarMedia Networks, assessor em governo eletrônico do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão na gestão do presidente Fernando Henrique Cardoso.

É fundador da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, membro do World Summit Award, principal premiação global de conteúdo digital, integra o Conselho Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade) e também é coordenador do Movimento Acessibilidade Digital e Internet Segura da Camara-e.net (MAIS+).

Autor de livros sobre economia digital e comércio eletrônico, escreveu ‘Empreendedorismo sem Fronteiras – Um Excelente Caminho para Pessoas com Deficiência’ após ficar tetraplégico, em 2007.

Em artigo exclusivo para o #blogVencerLimites, publicado no mês passado, Cid Torquato fez uma avaliação de sua atuação da secretaria municipal da Pessoa com Deficiência de São Paulo, declarou que deixava o cargo convicto do dever cumprido e de ter elevado a percepção de relevância da pasta dentro e fora da Prefeitura e do município, tornando-a referência nacional e internacional. “E, agora, que venha o futuro e seus desafios. Estou ainda mais pronto”, disse.

Fonte: Estadão

Comentários no Facebook