Em Cachoeiro, cerca de 560 pessoas participaram de cursos gratuitos de Língua Brasileira de Sinais (Libras) realizados pela Secretaria Municipal de Educação (Seme), desde 2017. São, principalmente, servidores da rede municipal de ensino que estão mais capacitados, para atuar na inclusão de pessoas com deficiência auditiva.

Nesta semana, mais uma turma concluiu o curso de nível básico que, em função da pandemia, foi realizado em formato virtual, com carga horária total de 120h e atividades entre os meses de maio e agosto. Foram trabalhados conteúdos como “Noções básicas da Língua Brasileira de Sinais” e “Intermediação na comunicação entre surdos e ouvintes”.

A secretária de Educação de Cachoeiro, Cristina Lens, destaca que a oferta de capacitação em Libras – que ocorre sempre a partir da publicação de editais para inscrição – segue diretrizes do Plano Municipal de Educação e fomenta o conhecimento dessa que é a primeira língua da população surda e o segundo idioma oficial do Brasil.

“Capacitar profissionais e membros da comunidade em Libras é avançar, não somente na direção de uma educação inclusiva, mas de uma sociedade inclusiva”, afirma.

Para os profissionais da educação, especificamente, a capacitação é uma oportunidade para aperfeiçoar a assistência ao aluno surdo ou com perda auditiva.

“O curso possibilitou entender melhor o universo complexo do surdo, interagir, compreender as leis que garantem seus direitos, bem como a imensa e gratificante oportunidade de entendê-los mesmo de forma ainda inicial. O curso me proporcionou uma vivência única”, comenta a participante Deiside Longue Bueno.

“Aprendi muito e gostaria de continuar com esse aprendizado, pois reconheço a importância de mais profissionais e professores comprometidos e capacitados na Língua de Sinais, para acender a luz de quem vive na escuridão do anonimato em um mundo de grandes oportunidades e conhecimento. Agradeço a toda equipe pelo comprometimento, paciência e sabedoria em proporcionar um conhecimento ímpar na formação básica do curso de Libras”, destaca outro participante, Demetrius Pires.

Curso para estudantes

A Seme também oferece a estudantes da rede municipal a oportunidade de aprender a Língua Brasileira de Sinais (Libras), por meio do projeto “Libras Kids”.

Neste ano, a primeira escola a participar da atividade é a “São Francisco de Assis”, que receberá as aulas de Libras até outubro deste ano. Professores da Coordenação de Educação Especial ministrarão as atividades para as turmas de 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Serão, ao todo, serão 16 aulas.

Fonte: Prefeitura de Cachoeiro

Comentários no Facebook