Gabriel Isaac fala da satisfação em ter o reconhecimento das artistas: ‘Estou em choque até agora’. Ele afirma que elogios o incentivam a produzir conteúdo inclusivo.

Youtuber e animador de computação gráfica, o goiano Gabriel Isaac comemora a repercussão dos clipes que recriou em Língua Brasileira de Sinais (Libras) de músicas das cantoras Anitta e Lexa. Ele publicou nas redes sociais versões dos clipes das músicas “Terremoto” e “Só Depois do Carnaval” e, nesta quarta-feira (28), as artistas republicaram o trabalho dele nas redes delas.

Nas nuvens com o reconhecimento das artistas, ele conta que não esperava a repercussão e vem se sentindo mais motivado a continuar a produção de conteúdo. Nas gravações, Gabriel traduz para Libras a letra da música e esbanja gingado no ritmo da música.

“Sempre tive vontade de gravar um vídeo em Libras na forma de um clipe ou algo parecido. Isso foi o que me inspirou a gravar e postar no Instagram. Assim as pessoas poderiam aprender um pouco da nossa língua de um jeito divertido e entender que as pessoas surdas também podem consumir esse tipo de mídia”, comentou.

No primeiro vídeo, ele dançou um trecho da música “Terremoto”, de Anitta. O trabalho foi publicado na segunda-feira (25). No dia seguinte, foi a vez de “Só Depois do Carnaval”, de Lexa. Enquanto estava no trabalho, nesta quarta-feira, ele foi olhar a repercussão dos vídeos e teve uma surpresa.

“De repente vi a notificação da Anitta curtindo e comentando o vídeo. E aí ‘MEU DEEEUS’, eu nem acreditei, porque eu gosto muito do trabalho dela e acompanho desde o início. Alguns minutos depois recebi outra notificação dizendo que a Lexa havia compartilhado o outro vídeo no feed dela. Naquele momento tive outro mini infarto, com um monte de gente comentando e fazendo elogios. Estou em choque até agora”, brincou.

Gabriel contou que foi a primeira vez que fez vídeos nesse modelo. Segundo ele, para fazer os clipes, ele contou com ajuda de um amigo e adorou o processo. Juntos, eles conseguiram combinar o momento exato da letra da música com os sinais e, usando um aparelho auditivo retroauricular, ele consegue ouvir a batida, além de sentir o ritmo e a vibração da música com o corpo.

“Foi maravilhoso. Tivemos que estudar a letra e a mensagem que as músicas passavam para poder adaptar e traduzir para a Língua Brasileira de Sinais, já que as estruturas semânticas e gramaticais da Libras são bem diferentes da estrutura da língua portuguesa. Depois disso foi só filmar e editar. No começo estava inseguro, mas à medida que fui postando, as pessoas iam curtindo e comentando coisas legais, e aquilo foi aquecendo meu coração de uma maneira incrível”

“É muito importante hoje para a comunidade surda ter esse tipo de representatividade e reconhecimento dentro da sociedade. Assim, as pessoas tomam consciência de que existe esse mundo”, disse.

Depois de ter os vídeos compartilhados pelas artistas, Gabriel disse que ficou ainda mais animado para continuar o trabalho.

“Fiquei muito feliz por elas terem visto os vídeos, pois agora sabem que eu falo com a minha própria língua, que é a Libras, o segundo idioma oficial do Brasil, e o quanto é preciosa pra mim”, comentou.

Além dos clipes, Gabriel tem um canal, que começou aos 12 anos, parou por algum tempo e voltou a alimentar em 2016. Desde então, ele produz conteúdo sobre seu dia a dia, viagens e temas relacionados à comunidade surda e à surdez.

“Eu gosto de falar sobre esses assuntos para poder mostrar às pessoas que elas são capazes de fazer o que quiserem, independente de qualquer coisa. […] As pessoas surdas não tinham um referencial, uma inspiração de para onde seguir e ficavam prejudicadas. Mas hoje já temos vários, e é por isso que eu e outros colegas surdos youtubers estamos aqui: para colocar a boca no trombone (ou as nossas mãos)”, completou.

Fonte: https://g1.globo.com/go/goias/noticia/2019/02/28/youtuber-surdo-de-goiania-recria-clipes-em-libras-e-ganha-likes-de-anitta-e-lexa.ghtml

Comentários no Facebook